8 de set de 2010

Independência ou morte! A construção de um mito!

O Grito do Ipiranga - Pedro Américo - 1888

"1807, Friedland", quadro de Ernest Meissonier
Jogo dos sete erros

Antes de mais nada é interessante apontar, para quem não sabe, as diversas inverdades estampadas nessa tela. Para começar, vale dizer que os fogosos corcéis montados por dom Pedro I e seu cortejo, na realidade, eram simplesmente mulas - um tipo de cavalgadura menos heróico, mas muito mais adequado ao duro percurso que os viajantes faziam. Eles tinham acabado de subir a serra do Mar, vindo de Santos.

Numa viagem como essa, por sinal, ninguém estaria usando os luxuosos uniformes apresentados. Com toda certeza, estariam usando trajes mais simples e mais práticos, provavelmente sujos do pó e da lama do caminho. Para piorar, o próprio dom Pedro não poderia estar tão exaltado e bem disposto assim como o artista o representa. Afinal, ele havia parado naquele local em função de uma diarréia que o atormentava, devido aos seus excessos alimentares em Santos, na véspera.

Mas há mais: para que o Ipiranga e suas célebres margens integrassem a paisagem, o pintor "desviou" o curso do riacho. A rigor, ele estaria passando por trás de quem observasse a cena naquele local. Finalmente, quanto à casa de pau-à-pique entrevista no fundo da tela, ela pode ou não ser a que lá existe até hoje e que é conhecida como a Casa do Grito. Embora tenha sido tombada pelo Condephaat e fique aberta à visitação no Parque da Independência, o documento mais antigo que menciona a casa atual data de 1884 - 62 anos depois do grito da Independência.

Por fim, sobre a tela de Pedro Américo paira também uma suposição de plágio: a estrutura da cena é muito semelhante à do quadro "1807, Friedland", de Ernest Messonier, que retrata a vitória de Napoleão Bonaparte na batalha de mesmo nome.

Para saber mais acesse: http://educacao.uol.com.br/historia-brasil/ult1689u25.jhtm

4 de set de 2010

Biblioteca Virtual

Muita gente reclama que não consegue comprar todos os livros que gostariam devido seu alto preço. É fato, livros muitas vezes são caros! No Brasil, esse objeto não entra no orçamento de muitas famílias. Mas a internet, com seu "projeto" de democratizar o conhecimento, facilitou a aquisição desse material. Já ouviu falar do e-book? Ou melhor, do livro virtual?
Existe ótimos sites onde vc pode (e deve) baixar clássicos e livros atuais. Com o surgimento do Kindle e do IPad, tudo leva a crer que o futuro da literatura será mesmo na tela do computador. Faça o teste. Entre nos sites indicados e procure algo interessante!
Quem não gosta de coisa boa de graça?

1 de set de 2010

Os campeões do vestibular.

Interessante reportagem sobre estudantes "comuns", que não estudaram nas melhores escolas do país e mesmo assim passaram nas universidades mais concorridas.
Alguém aí ainda acredita que não é possível?

31 de ago de 2010

Tiririca faz 'deboche com a democracia', diz ministro da Cultura


A candidatura do candidato a deputado federal em São Paulo Francisco Everaldo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca, parece não ter agradado o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Segundo o ministro, a candidatura de Tiririca, que tem o slogan 'Vote Tiririca, pior que tá não fica', é um 'deboche'.
'Respeito muito o Tiririca por ser um artista de circo e conseguir se firmar nos meios de comunicação de massa", disse. "Mas acho que ele não está prestando um bom serviço à democracia. Acho que é um deboche com a democracia', disse a jornalistas nesta terça-feira (31). O ministro completou que se encontrasse com Tiririca, pediria ao candidato que mudasse o slogan. 'Não tem graça', completou.

Qual sua opinião sobre a fala do ministro?

26 de fev de 2010

Miss e Mister Anglo-CID 2010


Hoje (26/2) vai ocorrer o Miss e Mister 2010 do Colégio Anglo-CID de Dracena. O evento vai contar com a participação de estudantes de Dracena e Região. Mais informações: http://fundec.edu.br/anglocid/noticias.php?cod=578